A 17 deste mês, em Benguela

Feira de Produção Agrícola prevê reunir 40 cooperativas

A localidade do Culango, no município do Lobito, em Benguela, vai acolher, a 17 deste mês, a terceira edição da Feira de Produção Agrícola, com a participação de cerca de 40 cooperativas entre produtores e agentes comerciais, noticia nesta terça-feira, à Angop.

Feira de Produção Agrícola prevê reunir 40 cooperativas
D.R

Segundo o director municipal do Comércio e Indústria do Lobito, Pedro Jamba, neste evento, de cariz provincial, com o lema ‘Mais produção nacional e menos importação’, pretende-se encorajar os agricultores a ficarem somente com a produção, abdicando da comercialização dos produtos no mercado, a favor dos agentes.

“Muitos agricultores têm tido enormes prejuízos no final da sua produção, devido a falta de conhecimento das necessidades do mercado.  Produzem quantidades exageradas e depois não têm como escoar o produto para os mercados,  acabando por se estragar ”, afirmou.

Apontou como evidência, a produção de ananás no Monte Belo, município do Bocoio, em que os agricultores muitas vezes queixam-se de perder anualmente dezenas de toneladas desta fruta.

Na sequência da nova dinâmica, Pedro Jamba revelou que existem alguns agentes que já beneficiaram do Programa de Apoio ao Crédito (PAC), embora não se tenha pronunciado sobre o número de contemplados.

Na zona do Culango, o feijão é o produto mais cultivado, apesar de existirem também a banana, cebola, tomate e outros.

De acordo com o director, estarão no evento cerca de 40 cooperativas de camponeses para exporem os seus produtos e espera-se que a feira seja atractiva devido a baixa de preços dos produtos em relação aos praticados nos mercados informais da cidade do Lobito.

Paralelamente, haverá outra actividade, de gastronomia, onde as mulheres do meio rural vão expor pratos típicos com base nos quitutes da terra.

A Feira vai contar com a participação de representantes dos de todos os municípios da província.