No Namibe

Falta de verba condiciona carnaval

A falta de meios financeiros e materiais está a condicionar a edição 2020 do carnaval no Namibe, avançou hoje (quinta-feira), em Moçâmedes, o chefe de departamento da Acção Cultural, Aurélio Ngulawa.

Falta de verba condiciona carnaval
D.R

O responsável afirmou a Angop que contactos foram feitos junto do Ministério da Cultura e do governo da província, com vista a disponibilidade de meios financeiros e materiais para apoiar os grupos, mas até ao momento aguarda-se por resposta.

Aurélio Ngulawa disse ainda da parte do governo do Namibe foi dada a garantia de um subsídio de 200 mil kwanzas para cada grupos da classe de adultos e 100 mil kwanzas para infantil.

"Por falta  de meios financeiros, os grupos carnavalescos do Namibe vão apenas fazer o Carnaval de Rua, com a demonstração dos rituais a partir das zonas de origem, culminando na pista da Marginal", sublinhou.

De acordo com o responsável, na mraginal haverá uma feira onde estarão expostos artigos culturais dos povos da região sul do país como, batuque, marimba, vestes, sandálias e outros artigos que compõem toda a indumentária carnavalesca da cultura local.

Neste Carnaval de Rua participam os grupos Forte Santa Rita, Torre do Tombo, Espirito Santo, Saco-Mar, União Saidy Mingas, União Welwitchia, Rei Mandume, na classe de adultos.

Para a classe infantil estão inscritos três grupos: Escola Augusto Ngangula, Pioneiro Zeca e Mirins da Torre do Tombo.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS