Em Portugal

Académica luso-moçambicana honrada por pertencer à AAL

A professora universitária e ensaísta luso-moçambicana Ana Mafalda Leite manifestou-se, esta sexta-feira, em Lisboa, Portugal, honrada por ter sido nomeada membro correspondente da Academia Angolana de Letras (AAL) em Portugal.

Académica luso-moçambicana honrada por pertencer à AAL
DR
Mafalda Leite é também docente universitária santomense

Mafalda Leite e a também académica e docente universitária santomense Inocência Mata tomaram posse, quinta-feira, 25, em Lisboa, como membros correspondentes da Academia Angolana de Letras (AAL) em Portugal.

Com a posse das duas académicas, fica preenchido o quadro dos quatro membros correspondentes da AAL em Portugal, depois de, em 24 de Maio último, terem sido investidos nessas funções os docentes universitários Salvato Trigo e Pires Laranjeira.

“Foi uma honra e uma forma de reconhecimento do trabalho desenvolvido, no quadro das literaturas africanas e da literatura angolana, ter sido nomeada nas funções de membro correspondente da Academia Angolana de Letras”, comentou à ANGOP Mafalda Leite, através de uma mensagem via WhatsApp.

Segundo escreveu, trata-se de um gesto que a “empenha ainda mais na necessária continuação do trabalho de investigação e de divulgação da literatura angolana”.

“Agradeço a Academia Angolana de Letras, e ao seu presidente, escritor Boaventura Cardoso, (por) esta distinção, que muito me sensibiliza e dignifica o meu trabalho, em prol das letras africanas”, destacou.

A Academia Angolana de Letras (AAL) tem como foco questões relacionadas com o estudo e a investigação da literatura angolana, da língua portuguesa, das línguas angolanas, assim como a relação entre elas.

A academia tem como patrono o primeiro Presidente da República de Angola, Agostinho Neto, e admite como membros os fundadores, efectivos e beneméritos, para além de colaboradores com a categoria de correspondentes, estes últimos podendo ter nacionalidade diferente que as dos restantes membros.

Ana Mafalda Leite é poetisa luso-moçambicana e investigadora científica na área das Literaturas Africanas de Língua Portuguesa. Nasceu em Portugal, mas viajou para Moçambique, ainda muito nova, onde frequentou a Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo.

Depois de uma estadia prolongada naquele país, regressou a Portugal, onde passou a exercer funções de docente na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS