POR DÍVIDA DE MAIS DE 100 MILHÕES DE KWANZAS

Alfabetizadores de Malanje podem cruzar os braços

Mais de 139 milhões de kwanzas é montante da dívida que o Ministério da Educação deve, há quatro anos, a 450 alfabetizadores voluntários engajados no Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar em Malanje.

Alfabetizadores de Malanje podem cruzar os braços

A dívida é referente aos subsídios de 2016 a 2019.

A chefe de departamento do Ensino Geral do Gabinete Provincial da Educação, Aidne Aires, reconhece a dívida e garante que já remeteu a questão ao Ministério da Educação.

A responsável assegura que o Gabinete local continua a manter contactos com a tutela, com vista a liquidação da dívida, de modo a não comprometer o programa de alfabetização, que tem contribuído para a instrução de vários adultos na província.

Em 2020, o gabinete recebeu 67 reclamações de subsídios não pagos.

Os alfabetizadores pedem uma resposta urgente do órgão de direito, com vista a acudir as dificuldades sociais com que a classe de alfabetizadores se debate.

POPULARES

ÚLTIMAS