Vindo de Portugal

Angola recupera títulos de literatura científica do tempo colonial

Angola recupera títulos de literatura científica do tempo colonial
DR
Domingos Neto, governante

O Governo entregou hoje (7) ao Arquivo Histórico Nacional 144 títulos de literatura científica do tempo colonial, essencialmente sobre agro-pecuária, de um total de 160 devolvidas por instituições portuguesas em 2012.

Em declarações à agência Lusa, o secretário de Estado para a Ciência, Tecnologia e Inovação, Domingos Neto, disse que contaram com a colaboração de muitas instituições portuguesas para a recuperação do acervo, composto por revistas, livros, relatórios, comunicações, memórias, trabalhos, artigos, boletins, teses de doutoramento, cadernos e dissertações de mestrado, originais e cópias autenticadas.

O governante avançou que as obras foram recuperadas de instituições como o Arquivo Histórico de Portugal, a biblioteca do Instituto Superior de Agronomia, o Instituto de Investigação Científica de Portugal e instituições universitárias.

Entre o espólio encontram-se títulos relacionados com os solos minerais, cultura, saúde, flora, fauna e ciência marinha.

Segundo Domingos Neto, para uma maior partilha será feita a digitalização das obras, que, posteriormente, deverão ser colocadas nas instituições de ensino superior, bibliotecas, Governos provinciais e mediatecas.

Domingos Neto agradeceu às autoridades portuguesas que, através das suas instituições, "tiveram o gesto de partilhar importantes fontes" que Angola não tinha em sua posse e que "deverão servir imenso a comunidade científica angolana".

Ao Arquivo Histórico Nacional foram entregues títulos como ‘Carta Fitográfica de Angola’, de 1939, ‘Zonagem Agro-ecológica de Angola’, de 1974, ‘A Palanca Real’, de 1972, ou ‘Breve Notice’, de 1901.

Depois de Portugal, as autoridades angolanas pretendem recuperar igualmente obras em posse do Brasil, Canadá e Estados Unidos.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS