Girabola começa a 27 de Outubro

Sorteio decorre hoje na sede da FAF

O sorteio da 41.ª edição do Girabola está previsto para hoje na sede da FAF. As direcções dos clubes começam a reforçar os orçamentos e os plantéis. A despesa de uma equipa de arbitragem da 1.ª divisão, supertaça e taça de Angola passa a custar 335 mil kwanzas por jogo. O 1.º de Agosto, campeão em título, foi ao Sporting de Portugal buscar Ary Papel.

Sorteio decorre hoje na sede da FAF
Santos Samuesseca

Depois de ter terminado o Girabola de transição para a uniformização dos calendários nacionais, proposta pela Confederação Africana de Futebol (CAF), está agendado para hoje, e com a presença dos representantes das 16 equipas, o sorteio 41.ª edição do campeonato de futebol na sede da Federação Angolana de Futebol (FAF).Com o tempo a escassear, os clubes começam a realizar as habituais movimentações de entrada e saídas de jogadores, treinadores e dirigentes. Asa e Santa Rita regressam, enquanto Bikuku FC se estreia na competição.

O Santa Rita, do Uíge, está de volta ao convívio dos ‘grandes’, depois de um ano na 2.ª divisão. Com poucos recursos financeiros, a equipa vai contratar oito jogadores para “posições-chave”, garante o presidente Nsolani Pedro, em declarações ao NG, que também assegura não mexer na equipa técnica “para não repetir os erros do passado”. 

COMPRA DOS GRANDES

Respeitando a máxima de que ‘equipa que ganha não se mexe’, a direcção do actual campeão, o 1.º de Agosto, não vai mexer muito na equipa base, mas para continuar à procura de vitórias, o clube foi buscar ao Domant o avançado Mabululo. E depois de uma passagem menos boa pelo Sporting de Portugal, Ary Papel, um dos ‘filhos queridos’, está de regresso ao clube. O médio ofensivo vem a título de empréstimo por uma época.

Cansado com o ‘título’ de eterno vice-campeão, desta vez, o Petro de Luanda pretende atacar o Girabola para ser campeão, título que lhe foge desde 2009. Apesar de travar outra batalha, a do dinheiro, a direcção manteve toda equipa técnica e os atletas brasileiros, excepto Diney, que foi dispensado. Os ‘tricolores’ contrataram os irmãos Karanga e Tó Carneiro, que na época passada representaram o Interclube, Nary (Kabuscorp), Almeida e o brasileiro Tom Custódio (ambos do Sagrada Esperança).

O clube contratou ainda dois jogadores provenientes da equipa do Heart Of Oak, do Gana: o defesa central, de 24 anos, Inusah Musah e do médio de 22 anos, Isaac Mensah. Na lista de dispensas, constam quatro jogadores: Nandinho, Maludi, Mateus e Diney. O Petro abre a nova temporada a 2 de Outubro e quer também chegar à fase de grupo na Taça da Confederação e vencer a Taça de Angola.

No Kabuscorp do Palanca e no Recreativo do Libolo, do Kwanza-Sul, que há uns anos perderam poder de compra, quase ou nada se fala de entradas e saídas. Na equipa do Palanca, nono classificado da última edição, a única grande contratação de realce é o técnico português Paulo Torres que assinou contrato válido por duas temporadas. O mesmo acontece com a formação do Kwanza-Sul, que contratou o luso-moçambicano Sérgio Branco ‘Boris’ como novo treinador por um ano.

O segundo melhor marcador Daniel de Jesus dos Santos ‘Magrão’ vai continuar ao serviço do Libolo. A direcção e o atleta renovaram o contrato. No Rocha Pinto, sede do Interclube, também não se vislumbram grandes movimentações no plantel. O técnico Rui Garcia regressou na condição de treinador principal, em substituição de Paulo Torres, que se transferiu para o Kabuscorp do Palanca, embora este não confirme nem desminta.

Em Benguela, a Académica do Lobito, depois da despromoção do 1.º de Maio para a 2ª divisão, passou a ser a única representante da província. A direcção luta para pagar dívidas contraídas a jogadores, treinadores, fornecedores e funcionários. De acordo com o director-geral, Duarte Adriano ‘Esquerdino’, ao NG, o principal patrocinador ainda não deu ‘luz verde’ e em Outubro realizam a primeira reunião para a traçar a presente época desportiva.

Prémios de jogos

O Conselho Central de Árbitros propôs uma nova tabela de prémios com um acréscimo de dez mil kwanzas aos clubes. A despesa de uma equipa de arbitragem da 1.ª divisão, supertaça e taça de Angola está avaliada em 335 mil kwanzas. O comissário do jogo passa a receber por cada partida 70 mil kwanzas, árbitro principal (70 mil), 1.º árbitro assistente (65 mil), 2.º árbitro assistente (65 mil), 4.º árbitro (60 mil).

Kabuscorp desmente 

A Direcção do Kabuscorp Sport Clube do Palanca foi surpreendida com um documento de origem desconhecida que dava conta do encerramento do clube, fazendo ainda menção de alegados problemas internos estando estes na base do encerramento. A direcção do clube lamenta a atitude do autor ou autores do mesmo documento e desmente todas as informações, assegurando “não haver qualquer intenção ou necessidade de o clube fechar as portas, perante os inúmeros desafios traçados para o futuro”.

Sorteio decorre hoje na sede da FAF

Início da competição

A época futebolística, que começa a 27 de Outubro, com a disputa da primeira jornada do Girabola, deve terminar a 12 de Maio do próximo ano. A competição tem 30 jogos oficiais. Mas, durante a competição, o Girabola vai registar quatro interregnos para data FIFA, com jogos amigáveis e qualificações ao CAN de 2019 nos Camarões.