A primeira negra no Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Morreu actriz brasileira Ruth de Souza

"Riam de mim quando eu dizia que queria ser actriz", disse um dia Ruth Souza, a primeira actriz negra a actuar no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, em 1945. A sua vida foi dedicada à arte do espectáculo e à quebra de mitos e preconceitos.

Morreu actriz brasileira Ruth de Souza
D.R.

O último trabalho da actriz foi nesta estação televisiva, ironicamente na mini-série ‘Se eu fechar os olhos agora’ este ano.

Morreu, este domingo, Ruth de Souza, com 98 anos. A actriz estava internada desde sexta-feira no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Copa D'Or, no Rio de Janeiro. O hospital já confirmou a morte, mas não adiantou mais detalhes, de acordo com a Globo .

Ruth de Souza foi a primeira actriz negra a actuar no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, em 1945, no espectáculo ‘O Imperador Jones’, uma adaptação de "The Imperator Jones" de Eugene O'Neill. A artista esteve ainda ao serviço da TV Globo durante mais de 50 anos, onde protagonizou mais de 30 telenovelas, entre as quais ‘O Bem-Amado’ (1973), ‘Helena’ (1975) e ‘Sinhá Moça’ (nas versões de 1986 e 2006).

O último trabalho da actriz foi nesta estação televisiva, ironicamente na mini-série ‘Se eu fechar os olhos agora’ este ano.

"Riam de mim quando eu dizia que queria ser actriz", afirmou Ruth de Souza em entrevista à ‘Globonews’ em 2014. Ainda no programa, a artista brasileira com mais de 100 trabalhos entre o teatro, a televisão e o cinema confidenciou que enfrentou o preconceito desde muito cedo. No primeiro ano de escola, ao ver num livro escolar um texto que sugeria que o formato de cabeça dos negros os tornava intelectualmente inferiores, Ruth de Souza sentiu-se fragilizada e chorou.

Outros artigos do autor

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS