‘Operação Transparência’

Mais de 261 mil estrangeiros ilegais deixaram o país

Mais de 261 mil estrangeiros ilegais deixaram o país
DR
António Bernardo, porta-voz da operação

A polícia anunciou hoje (17) que, desde o início da ‘Operação Transparência’, a 25 de Setembro, já "abandonaram" o país 261.713 cidadãos estrangeiros em condição irregular, maioritariamente das províncias fronteiriças com a República Democrática do Congo (RDC).

Os dados foram avançados pelo porta-voz da operação, comissário António Bernardo, num comunicado destinado a fazer o balanço da visita de uma delegação multissetorial dos órgãos de defesa e segurança a vários municípios das sete províncias onde decorrem as acções de fiscalização – Lunda-Norte, Lunda-Sul, Malanje, Moxico, Bié, Uíge e Zaire.

A operação envolve efectivos da Polícia de Guarda Fronteiras, do Serviço de Investigação Criminal e do Serviço de Migração e Estrangeiros, entre outros órgãos afectos ao Ministério do Interior, e visa pôr cobro a "actos sistemáticos de violação das fronteiras do país e da entrada e exploração ilegal de diamantes".

As autoridades já encerraram 67 cooperativas que exerciam actividades de exploração ilegal de mineiros (diamante), bem como outras 227 casas de compra e venda das pedras preciosas, tendo ainda sido apreendidos 24.624 diamantes, avaliados em 8,95 milhões de dólares.

 

 

 

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS