Balanço provisório dos bombeiros

Chuvas provocam quatro mortes e três desaparecidos

As chuvas torrenciais, ao longo de três horas, ontem em Luanda provocaram a morte a cinco pessoas e fizeram dois desaparecidos. São dados de anunciados pelo porta-voz do serviço de protecção civil e bombeiros, num balanço provisório.

Chuvas provocam quatro mortes e três desaparecidos
D.R

O lixo está a dificultar, face à exiguidade em termos de meios

Faustino Miguéns, em declarações ao NG, afirmou que três  pessoas morreram eletrocutadas enquanto as outras duas terão sido arrastadas pela água, nos municípios de Luanda, Viana e Cacuaco.

Entre as vítimas, encontra-se um menor de 10 anos e estão dadas como desaparecidas duas crianças.

"[O lixo] está a dificultar, face à exiguidade em termos de meios", admitiu Faustino Miguéns, sublinhando que as chuvas afetaram 80% do território de Luanda.

De acordo ao Porta voz de serviços de proteção civil e Bombeiro, mais de 500 casas ficaram inundadas e cerca de 2700 pessoas afetadas pela chuva. Registou-se igualmente a queda de sete arvores, algumas das quais sobre viaturas, e algumas bacias de retenção das águas pluviais transbordaram.

As chuvas torrenciais provocaram inundações, congestionamentos e deixaram ruas intransitáveis em Luanda.