Por má conduta

Mais de 100 polícias expulsos

Mais de 100 polícias expulsos
DR
Paulo de Almeida, comandante-geral da Polícia Nacional

A Polícia Nacional indicou hoje, 18, ter expulsado da corporação 127 efectivos do quadro de pessoal e despromovido outros dez na sequência de diversas infracções ao regulamento disciplinar.

O comandante-geral da Polícia Nacional,  Paulo de Almeida, explicou que entre as infracções constam os crimes de homicídio voluntário, homicídio frustrado, negociação de emprego público, violação aos deveres funcionais da PN e recepção indevida de dinheiro, entre outros.

De acordo com o comissário-geral, dez outros - dois sub-inspectores e oito agentes - foram despromovidos para cargos de sub-chefes ou rebaixados na categoria de agentes, todos indiciados em crimes de burla.

Paulo Almeida assegurou que a corporação não vai tolerar atitudes que ponham em causa a segurança dos cidadãos e o bom nome da Polícia, e que tudo será feito para que se tenha uma Polícia melhor.

"A actuação policial deve ser a mais exemplar possível, por ser o órgão de autoridade e de representação do Estado. Daí a necessidade de se afastar as 'batatas podres’", afirmou o comandante.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS