Lunda-Sul

Governo quer construir central fotovoltaica

Governo quer construir central fotovoltaica
DR
Primeira fase vai abastecer o município de Cacolo

O director do gabinete provincial da Energia e Água da Lunda-Sul, Agostinho Piedade João, avançou hoje (22) que se está a estudar a possibilidade de construir, no próximo ano, no município de Cacolo, numa primeira fase, uma central fotovoltaica com capacidade para um ‘megawatt’, para fornecer energia eléctrica a mais de 27 mil habitantes.

Segundo o responsável, para o efeito, há conversações permanentes com o Ministério de tutela para a efectivação deste projecto.

Uma outra medida passa pela montagem, ainda este ano, de uma central diesel que será explorada pela empresa Prodel, com o objectivo de fornecer energia à municipalidade e arredores, minimizando as dificuldades com que se debatem os munícipes.

O administrador municipal do Cacolo, Nelson Wilson Esperança, informou que a administração local está a levar a cabo acções de reestruturação da rede eléctrica domiciliária e pública.

Actualmente, o município é abastecido por um grupo gerador que fornece energia eléctrica às residências do casco urbano e iluminação pública à Estrada Nacional/230, visando a diminuição de acidentes e roubos na calada da noite.    

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS