Bié

Centros infantis sem requisitos podem ser encerrados

Centros infantis sem requisitos podem ser encerrados
DR
Deolinda Gonçalves, directora do gabinete de Acção Social

O Gabinete de Acção Social, Família e Promoção da Mulher no Bié, irá sancionar nos próximos dias, os centros infantis que não cumprem com os requisitos exigidos.

Em declarações hoje, terça-feira, à Angop, em reação a propagação de creches a nível da região, a directora do gabinete (Acção Social), Deolinda Belvina Gonçalves, defendeu a necessidade de os centros infantis adequarem-se ao funcionamento, para livrarem-se das sanções.

Deolinda Belvina Gonçalves considerou que nos últimos cinco anos verifica-se o crescimento de centros infantis, principalmente na cidade do Kuíto.

A responsável afirmou que, das visitas de fiscalização efectuadas pelos técnicos do sector em alguns centros infantis e creches, desde o início de Outubro, para avaliar as condições disponíveis às crianças, deixam a desejar, tendo registado debilidades de sanidade, sobretudo nas casas de banhos, nos dormitórios e refeitórios.

Disse que durante as visitas foram deixadas orientações para se melhorar as condições necessárias para a acomodação das crianças, para não serem apanhados de surpresa.

No Bié, o gabinete de Acção Social e Família e Promoção da Mulher controla 12 centros infantis, destes dez privados e dois estatais.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS