COVID-19

África passa os 35 mil mortos

África passou hoje a barreira dos 35 mil mortos devido à covid-19, com mais 171 óbitos nas últimas 24 horas, num total de 1.437.072 infetados, segundo os dados mais recentes da pandemia no continente.

África passa os 35 mil mortos
D.R.
África Austral regista o maior número de casos e mortos

Só na África do Sul, o país mais afectado do continente, estão registados 667.049 casos e 16.283 mortos.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas o número de mortos nos 55 Estados-membros da organização subiu para 35.007, houve mais 7.712 casos e o número de recuperados é agora de 1.184.645, mais 9.292.

A África Austral continua a registar o maior número de casos de infecção e de mortos, com 17.512 vítimas mortais num universo de 727.503 infectados.

Só na África do Sul, o país mais afectado do continente, estão registados 667.049 casos e 16.283 mortos.

O norte de África, a segunda zona mais afectada pela pandemia, tem 314.057 pessoas infectadas e 10.610 mortos e, na África Ocidental, o número de infecções é de 173.932, com 2.587 vítimas mortais.

A região da África Oriental contabiliza agora 164.215 casos e regista 3.223 vítimas mortais e, na África Central, estão registados 57.365 casos e 1.075 óbitos.

O Egipto, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 5.835 mortos e 102.513 infectados, e Marrocos contabiliza 1.956 mortos e 110.099 casos.

A Argélia surge logo a seguir, com 50.582 casos de infecção registados, tendo passado hoje as duas mil vítimas mortais (2.003).

Entre os seis países mais afectados constam também a Nigéria, com 57.849 infectados e 1.102 mortos, e a Etiópia 71.687 casos, com 1.148 vítimas mortais.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e Moçambique em número de casos.

Angola regista 159 mortos e 4.363 casos, seguindo-se a Guiné Equatorial (83 vítimas mortais e 5.018 infectados), Cabo Verde (55 mortos e 5.479 casos) e Moçambique (51 óbitos e 7.399 infectados).

A Guiné-Bissau mantém os 39 mortos e o número de infectados (2.324), tal como São Tomé e Príncipe: 15 mortes entre os 908 casos.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egipto, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsariana a registar casos de infecção, em 28 de Fevereiro.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 978.448 mortos e quase 32 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

POPULARES

ÚLTIMAS