CARNAVAL DE LUANDA

Grupos exigem eleições na Aprocal

Grupos carnavalescos exigiram hoje, sexta-feira, uma assembleia-geral e eleições na Associação Provincial do Carnaval de Luanda (Aprocal), para se repôr a legalidade, melhorar e modernizar  as acções da instituição.

Grupos exigem eleições na Aprocal
D.R

 

Segundo o líder da comissão representativa dos grupos carnavalescos de Luanda, José Andrade, que falava em conferência de imprensa, desde 2007 que não se efectua a renovação  de mandato na Aprocal.

Adianta que a renovação de mandato devia ocorrer de quatro em quatro anos.

Para efeito, adiantou, foi já  remetida uma carta à associação em que manifestam tal desejo.

José Andrade, afirma que os grupos apontam inércia da agremiação no exercício das funções de apoio e acompanhamento dos associados, limitando-se apenas a realização do carnaval e cobrança de quotas.

A falta de uma base de dados eficiente  e o facto de não acompanhar a dinâmica actual, apontando-se como exemplo a não existência de um site, são das causas que levam os associados a pedir eleições imediatas.

Por outro lado, pretendem um nova dinâmica, fazendo com que  haja maior promoção da actividade, atrair interesse e aproximação entre os amantes do Carnaval.

Dos mais de 40 grupos carnavalescos registados, 23 subscrevem o pedido para a assembleia-geral da Aprocal.