EM LUANDA

Chuva causa cinco mortos e dois desaparecidos

Pelo menos, cinco mortos, dois desaparecidos, 2.770 pessoas desalojadas e o transbordo das bacias de retenção são os dados disponibilizados, hoje (sexta-feira), pelo Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), da chuva que caiu terça-feira sobre Luanda.

Chuva causa cinco mortos e dois desaparecidos
D.R

A chuva, que caiu entre as 9h15 e as 12h30, causou o transbordo das bacias de retenção do Cazenga, Talatona e Viana e a queda de sete árvores, algumas sobre viaturas, no município de Luanda

Segundo o Serviço provincial de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), duas mortes registaram-se nos municípios de Luanda e Viana por electrocussão e três por as vítimas terem sido arrastadas pela forte corrente das águas em Cacuaco  e Kilamba Kiaxi. 

O corpo da menina que estava na lista dos desaparecidos, por ter sido arrastado pela água  na zona da Urbanização Nova Vida, no Rio Cambamba,  apareceu no Embarcadouro  do Mussulo.  Neste momento estão duas pessoas por encontrar nos municípios de Luanda e Viana.

A chuva, que caiu entre as 9h15 e as 12h30, causou o transbordo das bacias de retenção do Cazenga, Talatona e Viana e a queda de sete árvores, algumas sobre viaturas, no município de Luanda.

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros refere que o município mais afectado pelo impacto da chuva e com mais residências inundadas foi o Cazenga.

A obstrução das linhas de água, devido aos resíduos sólidos arrastados pela enxurrada, obrigou os bombeiros a abrir algumas linhas de passagem de formas a permitir que a água, retida em algumas vias e residências, tomasse o curso normal.