Dentro de 15 meses

Governo prevê criar centro de pesquisa da comunicação social

O Ministério da Comunicação Social (MCS) prevê criar, dentro de 15 meses, um centro de pesquisa da comunicação social, para realizar estudos sobre fenómenos relacionados com o sector.

Governo prevê criar centro de pesquisa da comunicação social
D.R.
Nuno Albino 'Carnaval', ministro da Comunicação Social

 

O ministro da Comunicação Social, Nuno Albino 'Carnaval', avançou que o projecto prevê formar técnicos, em dois países não especificados, para darem resposta às necessidades do funcionamento do centro, que poderá contribuir para a gestão e melhoria da qualidade da comunicação social em Angola.

O centro de pesquisa da comunicação social estará sob a condução do centro de pesquisa da comunicação social.

Uma das principais apostas para os próximos tempos, disse o ministro, será a implementação de um amplo programa de formação de curta, média e longa durações dos quadros do sector.

As formações, ressaltou, vão abranger os profissionais de rádio, televisão e imprensa, de modo a se elevar a qualidade dos conteúdos dos órgãos de comunicação social.

O MCS está a trabalhar para que os protocolos assumidos por Angola no domino da comunicação social, com mais de seis países, possam ser concretizados, principalmente com a China, Reino Unido e Espanha.

A reestruturação e modernização dos órgãos de comunicação social públicos, assim como a melhoria das condições sociais e de trabalhos dos jornalistas, em particular, é outra das prioridades do MCS, para os próximos tempos.

Reconheceu a necessidade de se conferir maior dignidade aos órgãos de comunicação públicos, no sentido de estarem no topo e liderarem os mais variados segmentos informativos como televisão, imprensa, rádio e principalmente os média digitais.

O governante abordou ainda a questão da reforma institucional e do ajustamento do pacote legislativo da Comunicação Social, no sentido de adequá-lo ao novo contexto e as dinâmicas políticas e sociais em curso no país.

Nuno Albino fez avaliação positiva do trabalho desenvolvido pelo MCS e das direcções dos órgãos tituladas pelo sector.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS