Devido ao novo coronavírus

Vaticano anuncia fecho de todas as igrejas de Roma

O vigário geral do Papa para a diocese de Roma, arcebispo Angelo De Donatis, anunciou nesta quinta-feira (12) o fecho de todas as igrejas da capital da Itália em decorrência da epidemia do novo coronavírus, noticiou a agência de notícias Ansa.

Vaticano anuncia fecho de todas as igrejas de Roma
D.R

Segundo comunicado, a medida proíbe a presença de fiéis em "igrejas paroquial e não paroquial da Diocese de Roma, abertas ao público, e em edifícios religiosos de qualquer tipo".

Com a decisão, somente "os interlocutores das comunidades" e pessoas residentes e coabitantes das sedes religiosas terão acesso liberado, explica o decreto.

"Os fiéis estão, portanto, isentos da obrigação de cumprir o preceito festivo. Será responsabilidade dos padres responsáveis pelo exercício do culto em lugares individuais tomar medidas para dar seguimento a esta disposição", acrescenta o texto.

De acordo com De Donatis, o fecho das igrejas é "para o bem comum" e, conforme as palavras de Jesus, "onde dois ou três estão reunidos em meu nome, eu estou entre eles".

"Nossas casas são igrejas domésticas", afirmou o vigário. Até o momento, o surto de coronavírus provocou a morte de 1.016 pessoas na Itália e infectou mais de 15 mil.

A epidemia no país fez o governo italiano anunciar medidas restritivas para tentar conter o vírus.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS