No último trimestre de 2019

Taxa de desemprego em Angola aumentou para 31,8%

A taxa de desemprego em Angola subiu para 31,8 porcento no último trimestre de 2019, 1,7 pontos percentuais acima do trimestre anterior, com mais 356.053 pessoas a juntarem-se à fileira dos desempregados, segundo dados oficiais.

Taxa de desemprego em Angola aumentou para 31,8%
D.R
As mulheres continuam a ser mais afectadas pelo desemprego

No caso dos jovens, a variação trimestral foi ainda mais expressiva, atingindo os 9,8 por cento, com o número de desempregados entre os 15 e os 24 anos a aumentar de 2.474.967 para 2.717.191, ou seja, mais 242.224 pessoas.

Segundo a Folha de Informação Rápida (FIR) do Inquérito ao Emprego em Angola (IEA), divulgada na segunda-feira, a taxa de desemprego na população com 15 ou mais anos de idade aumentou para 31,8 por cento face aos 30,1 por cento estimados no terceiro trimestre.

A população desempregada com 15 ou mais anos situa-se agora em 4.627.158 pessoas, mais 356.053 do que terceiro trimestre de 2019, um aumento de 8,3 por cento.

No caso dos jovens, a variação trimestral foi ainda mais expressiva, atingindo os 9,8 por cento, com o número de desempregados entre os 15 e os 24 anos a aumentar de 2.474.967 para 2.717.191, ou seja, mais 242.224 pessoas.

A taxa de desemprego nesta faixa etária situou-se em 56,5 por cento no quarto trimestre, mais 2,3 pontos percentuais do que no trimestre anterior.

As mulheres continuam a ser mais afectadas pelo desemprego do que os homens (33,5 por cento contra 30,0 por cento para os homens das pessoas com 15 ou mais anos) e a taxa de desemprego na área urbana (42,6 por cento) é cerca de três vezes superior à da área rural (17.0%).

A população empregada com 15 ou mais anos (9.924.675) diminuiu 6.873 pessoas (0,1 por cento) em relação ao trimestre anterior.

O IEA teve início em Novembro de 2018 e é um inquérito por amostragem, dirigido aos agregados familiares residentes em Angola, sendo recolhidos dados a todos os indivíduos residentes no território nacional com 15 ou mais anos de idade.

Por trimestre, são selecionados um total de 10.944 agregados familiares, sendo 6.036 na área urbana e 4.908 na área rural.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS