Devido ao coronavírus

Presidente português em quarentena

O presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, suspendeu, por duas semanas, todos os eventos previstos na agenda devido ao surto do novo coronavírus.

Presidente português em quarentena
D.R
Marcelo Rebelo de Sousa, presidente de Portugal.

A medida de prevenção adoptada pelo chefe de Estado português foi avançada num comunicado divulgado, na página oficial da Presidência da República.

A decisão foi tomada depois do Presidente da República ter estado, na terça-feira, no Palácio de Belém, com uma turma de uma escola de Felgueiras, que foi encerrada devido ao internamento de um aluno.

“Hoje, à tarde, foi apurado que uma turma dessa escola havia estado em Belém, na última terça-feira, no âmbito da iniciativa 'Artistas no Palácio de Belém', em sessão a que assistiu o Presidente da República, tendo, no final, tirado fotografias com os alunos e professores, sem no entanto os ter cumprimentado um a um”, é sustentado.

“O Presidente da República, apesar de não apresentar qualquer sintoma virótico, decidiu cancelar toda a sua actividade pública, que compreendia várias presenças com número elevado de portugueses, assim como a própria ida a Belém, durante as próximas duas semanas”, lê-se no comunicado.

Marcelo ficará em isolamento voluntário nos próximos 15 dias e “será monitorizado durante esse período em casa”, esclarece a Presidência. É igualemente sublinhado que “nem o aluno ora internado, nem a sua turma estiveram em Belém”.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS