Visita deve durar cinco dias

Presidente do Sport Lisboa e Benfica em Angola

O presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira, chegou a Angola, na manhã desta terça-feira, para uma visita de cinco dias, no quadro do intercâmbio desportivo com algumas entidades nacionais e para acções humanitárias.

Presidente do Sport Lisboa e Benfica em Angola
D.R
Luís Filipe Vieira, presidente do Sport Lisboa e Benfica

Em Angola, o presidente do clube português vai, no período da tarde de hoje, inteirar-se da construção (em curso) da futura escola Cardeal Dom Alexandre do Nascimento, localizada no distrito da Samba (município de Belas).

Trata-se de uma instituição de matriz “humanista cristã” e assente na promoção dos princípios éticos e morais, que terá por missão aprimorar os processos educativos em Angola, permitindo o acesso a um ensino moderno e competitivo.

Segundo a Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, a agenda do presidente do SLB, que não prestou declarações à imprensa, reserva igualmente deslocações ao Ministério das Relações Exteriores, ao Governo Provincial de Luanda, entre outros locais.

Luís Filipe Vieira, que se faz acompanhar do antigo internacional angolano Pedro Mantorras e do “reformado” defesa brasileiro Luisão (ambos ex-jogadores do Benfica), veio ao país a convite da Fundação Prosperar, afecta à Igreja Católica

Essa fundação foi criada em 2012 pela Conferência Episcopal Angola e São Tomé (CEAST) e por leigos cristãos da Igreja Católica, como um braço social (com 18 membros), tendo assinado, em 2017, um acordo de parceria com a Fundação Benfica, de Portugal.

Luís Filipe Ferreira Vieira, também empresário, foi eleito a 3 de Novembro de 2003 como 33.º presidente do Sport Lisboa e Benfica. É um dos responsáveis pela construção do novo Estádio da Luz e do Centro de Estágios do Seixal.

Em 2010, já havia visitado o país, por ocasião do jogo amigável entre os Palancas Negras (selecção de Angola) e as Águias (designação do seu clube), realizado no Estádio 11 de Novembro e ganho pelos portugueses por 0 - 2.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS