Em 2018

Malnutrição já provocou a morte de 30 crianças no Cunene

Malnutrição já provocou a morte de 30 crianças no Cunene
DR

A malnutrição foi a causa de morte de 30 crianças, de um total de 170 casos, registados este ano no Hospital Geral de Ondjiva, capital do Cunene, informaram hoje (10) as autoridades sanitárias locais.

Segundo a chefe de secção da Pediatria daquela unidade hospitalar, Lúcia de Fátima, o número de casos, contudo, representa uma diminuição de 34 casos comparativamente ao mesmo período de 2017.

A responsável referiu que, do total de casos notificados, 128 obtiveram a cura, três abandonaram o tratamento e nove foram transferidos para hospitais da vizinha Namíbia.

Lúcia de Fátima, em declarações à Angop, avançou ainda que a maioria dos casos de malnutrição é proveniente das zonas rurais e deve-se ao desmame precoce, a condições alimentares precárias e abandono das crianças pelas mães.

Para o tratamento dos pacientes, aquela unidade hospitalar, que está provida de medicamentos e suplementos nutricionais suficientes, conta com o apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Em 2017, de acordo com dados do Ministério da Saúde, a malnutrição grave matou 804 crianças com menos de cinco anos, sendo o Cunene a província com a maior mortalidade, com uma taxa de 64,18 por cada 100 mil crianças, seguida, por ordem de frequência, pelas províncias do Namibe, Benguela e Bié.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS