Na Turquia, por tentativa de golpe em 2016

Mais de 300 pessoas condenadas à prisão perpétua

Um tribunal da Turquia condenou 337 pessoas nesta quinta-feira, incluindo oficiais e pilotos da Aeronáutica, pela tentativa frustrada de golpe de Estado de 2016 contra o presidente Recep Tayyip Erdogan, no final de um grande julgamento em Ancara.

Mais de 300 pessoas condenadas à prisão perpétua
D.R

Todos foram declarados culpados de “tentativa de derrubar a ordem constitucional, tentativa de assassinato do presidente e homicídios voluntários”, segundo um resumo do veredicto, ao qual a AFP teve acesso.

Entre as pessoas condenadas estão pilotos que bombardearam áreas emblemáticas da capital Ancara, como o Parlamento, e oficiais que lideraram a intentona a partir da base militar de Akinci.

Outras 60 pessoas foram condenadas a penas menores, e 75 foram absolvidas, segundo documento.

No total, 475 pessoas eram julgadas neste processo, considerado o mais importante sobre a tentativa frustrada de golpe da madrugada de 15 para 16 de Julho de 2016 na base aérea de Akinci, o centro de operações dos militares golpistas.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS