Primeiro angolano no organismo internacional de futebol

João Mulima acreditado como médico na FIFA

João Mulima acreditado como médico na FIFA
D.R
João Mulima, 1.º médico angolano na Fifa

Os médicos acreditados pela FIFA participam no processo das competições, vistorias das instalações desportivas e na testagem antidoping.

O director do Centro Nacional de Medicina do Desporto, João Mulima, passou a integrar do quadro ao serviço da Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA) e torna-se no primeiro médico angolano a exercer essa função. Em declarações ao NG, considera ser "grande honra" representar Angola na FIFA e garante de dependesse dele muitos quadros angolanos estariam também na FIFA. “Este organismo exige muitos requisitos”, lembra

Para entrar na FIFA, João Mulima passou por várias etapas de formação, em que o domínio do inglês e o francês foi decisivo para o sucesso. Para ele, isto também significa que "há um reconhecimento da FIFA sobre a medicina desportiva em Angola".

O médico pretende aproveitar para trabalhar muito para que profissionais angolanos também consigam entrar nesta instituição.

Os médicos acreditados pela FIFA participam no processo das competições, vistorias das instalações desportivas e na testagem antidoping. João Mulima acredita que a medicina desportiva em Angola está a caminhar, mas não se encontra no nível em que desejariam, mas está a “marcar passos”.

O especialista em medicina do desporto é também membro da comissão instaladora da agência antidoping em Angola. A comissão era coordenada pela médica Stela de Carvalho, que, no entanto, se encontra ausente do país.

O Ministério da Juventude e o Desportos vai indicar nos próximos tempos o novo responsável da comissão.

Outros artigos do autor

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS