No Bangladesh

'Homem-árvore' quer as próprias mãos amputadas

O cidadão bengali conhecido como "o homem-árvore", pelas suas mãos e pés cheios de verrugas em forma de casca, anunciou recentemente que quer que suas mãos sejam amputadas para aliviar a dor insuportável.

D.R.

Abul Bajandar também tem verrugas nos pés, mas são em menor número. Ele disse que pediu para ser tratado no exterior, mas não tem dinheiro para cobrir as despesas.

Abul Bajandar, de 28 anos, sofre de epidermodisplasia verruciforme, uma doença genética muito rara. O seu caso ficou conhecido em todo o mundo durante o primeiro internamento no hospital em Bangladesh em 2016.

Os médicos de um hospital universitário de Daca, no Bangladesh, declararam-no curado. No entanto, Bajandar sofreu várias recaídas e, no total, foi submetido a 25 cirurgias. Desde Janeiro que se encontra novamente internado em um hospital na capital. 

"Eu não suporto mais a dor, não consigo dormir à noite, pedi aos médicos que cortem as minhas mãos para, pelo menos, poder respirar", disse à AFP.

O procedimento é apoiado pela sua mãe, Amina Bibi. "Pelo menos, ele será libertado da dor, é um inferno", declarou.

Abul Bajandar também tem verrugas nos pés, mas são em menor número. Ele disse que pediu para ser tratado no exterior, mas não tem dinheiro para cobrir as despesas.

Samanta Lal Sena, chefe do sector de cirurgia plástica do hospital em Daca, onde o paciente é tratado de graça, disse que uma comissão de sete médicos se reunirá para discutir o caso. "Ele deu a sua opinião pessoal, mas vamos decidir a melhor solução para ele", explicou.

A clínica também tratou, em 2017, uma menina do Bangladesh que sofria da mesma doença. Embora as suas excrescências tenham sido removidas, mais tarde elas reapareceram em maior número. A família acabou com o tratamento e levou-a de volta para o povoado.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS