Até 30 deste mês

FAF recebe ultimato da FIFA

A Federação Angolana de Futebol (FAF) foi notificada pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA), para responder até sexta-feira (30), as acusações de irregularidades no processo eleitoral para o quadriénio 2020/24.

FAF recebe ultimato da FIFA
D.R

Este facto ocorre na sequência de denúncias de irregularidades feitas ao Comité de Ética do órgão reitor da modalidade no mundo, pelo então concorrente às eleições na FAF, Norberto de Castro.

O responsável, cuja lista foi dada como inelegível pela Comissão Eleitoral, anexou documentos comprovativos das suas alegações.

Analisada a questão, a FIFA ordenou que o elenco cessante, liderado por Artur Almeida e Silva, responda tais acusações até sexta-feira próxima, sob pena de interferir no caso.

Em declarações à ANGOP, nesta terça-feira, Adão Simão, mandatário da lista de Norberto de Castro, confirmou que das reclamações à FIFA consta o facto de na lista do elenco cessante integrar elementos punidos por lei.

“A FIFA possui um código de ética, e com base neste código, pessoas acusadas de corrupção e punidas, como são os casos de Artur Almeida e Bernardo Suca, não podem concorrer às eleições”, reiterou.

Adão Simão afirmou que a FIFA foi alertada sobre o facto de a lista de Artur de Almeida e Silva usar a imagem do presidente do organismo internacional, Gianni Infantino, transmitindo a ideia de que o apoia.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS