Na Huíla, desde 2014

Clientes da Angola Telecom devem mais de 100 milhões AKZ

Cerca de 100 milhões de kwanzas é o valor em dívida contraída por clientes do sector residencial, empresarial público e privado a empresa estatal de telefonia Angola Telecom desde 2014, por serviços prestados.

Clientes da Angola Telecom devem mais de 100 milhões AKZ
D.R
Lino Inocêncio Cavanda, director da instituição.

Falando à imprensa,   o director da instituição, Lino Inocêncio Cavanda, afirmou que, face ao momento que o país atravessa, a empresa está a negociar  com os clientes a amortização de forma parcelada, pois entende que a recuperação  do montante vai ajudar a ultrapassar alguns constrangimentos  no funcionamento da empresa.

O responsável garantiu que apesar de não estarem todos os devedores activos, a empresa tem na sua base de dados cadastrados  4.645 clientes que beneficiam de serviços diversificados em toda província, tanto os residenciais como empresariais e corporativos.

Nesta conformidade, disse que existem clientes a utilizarem apenas telefones, outros  só a internet, entre outros serviços, razão pela qual a empresa aposta na oferta de internet com diversificação dos respectivos aplicativos aos usuários a preços competitivos.

Sem avançar números, Lino Cavanda indicou que algum valor em dívida já foi recuperado, mas é ainda irrisório, pelo que uma equipa de trabalho está criada para renegociar com os devedores a forma de amortização.

Esclareceu ainda que dados de 2019 indicavam que a dívida era de 250 milhões, 729 mil e 671 kwanzas, mas após uma reavaliação interna chegou-se a conclusão dos números actuais.

Desde 2010 que a Angola Telecom tem em curso um processo de reestruturação que culminará com a sua privatização parcial em 45%. É uma empresa pública criada pelo Decreto nº 10/92 de 6 de Março como resultado da fusão das antigas empresas estatais ENATEL e EPTEL.

POPULARES

ÚLTIMAS