Covid-19

Cinco mil testes rápidos chegam a Angola

Angola recebeu nesta quarta-feira cinco mil testes rápidos, adquiridos em Portugal, para começar com o processo de testagem massiva nas comunidades, no âmbito do combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Cinco mil testes rápidos chegam a Angola
D.R
Franco Mufinda, secretário de Estado da Saúde Pública

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, os testes serão examinados e validados pelo Instituto Nacional de Investigação de Saúde, antes de se dar início ao processo de testagem massiva aos grupos alvos, a partir da próxima semana.

Na habitual conferência de imprensa de actualização dos dados sobre a pandemia, o secretário afirmou que a prioridade da testagem rápida será dada às pessoas que tiveram contactos com suspeitos da Covid-19, além de se estenderem às comunidades.

“Com a aquisição desses testes rápidos, o país dá um passo importante” na aferição de casos positivos locais ou comunitários, disse  Franco Mufinda.

Até ao momento, Angola, que está há sete dias sem registo de casos positivos, já processou 1.203 amostras, das quais 19 confirmadas. Dos 19 cidadãos infectados, cinco estão recuperados, dois morreram e 12 são doentes activos.

Com 1.124 amostras processadas (19 casos positivos), Luanda lidera a lista de análises feitas, seguida de Cabinda com 19 negativas, Huambo (15), Cunene (14), Huíla (11), Benguela (8), Namibe (6), Uíge (3), Zaire (2) e Malanje (1).

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS