No Reino Unido

Cientistas anunciam cura de segundo infectado com vírus da sida

Cientistas anunciaram hoje, no Reino Unido, a cura de uma segunda pessoa infectada com o vírus da sida através do transplante de células estaminais de um dador com um gene resistente ao VIH.

Cientistas anunciam cura de segundo infectado com vírus da sida
D.R

O caso, relatado na revista médica The Lancet HIV, reporta-se a um doente de Londres, no Reino Unido, que foi sujeito a um tratamento semelhante ao do chamado "doente de Berlim", apresentado em 2011, na Alemanha, como o primeiro infectado com VIH curado, após ter recebido esta terapêutica durante três anos e meio.

"Sugerimos que estes resultados representem o segundo caso de uma pessoa com VIH a ser curada. Os resultados mostram que o sucesso do transplante de células estaminais como cura para o VIH, relatado pela primeira vez há nove anos no 'doente de Berlim', pode ser replicado", afirmou, citado em comunicado pela ‘The Lancet’, o coordenador do estudo experimental, Ravindra Kumar Gupta, da Universidade de Cambridge.

Segundo o estudo, o ‘doente de Londres’, um homem, deixou de ter infecção viral activa ao fim de dois anos e meio sem medicamentos antirretrovirais.

Os cientistas verificaram-no em amostras de sangue, de líquido cefalorraquidiano, sémen, tecido intestinal e linfoide.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS