No Zaire

Centro de apoio à pesca deve arrancar em Julho

O centro de apoio à pesca em construção desde Março de 2018 no município do Nzeto, no Zaire, entra em funcionamento a partir do segundo semestre deste ano.

Centro de apoio à pesca deve arrancar em Julho
D.R

O funcionamento do centro permitirá aos pescadores artesanais locais processar o pescado em condições de higiene apropriadas, quando actualmente o fazem no areal da costa marítima.

Fonte da empresa CSN-Santiago Neto, que executa as obras desde Março de 2018, assegurou hoje à Angop que os trabalhos estão na fase final, com 90% de execução física, devendo a infra-estrutura ser entregue no período  avançado.

O centro localiza-se nas proximidades do porto pesqueiro local e possui áreas de desembarque, limpeza, processamento e embalagem do pescado com a capacidade acima de 50 processadoras, fábrica de gelo, dois frigoríficos de média dimensão, oficina de reparação de embarcações.

A Associação dos Pescadores Artesanais no Nzeto controla 570 armadores. Na costa marítima do Nzeto abundam espécies como o cachucho, a sardinha, o carapau, a lagosta, a gamba costeira, o camarão, o linguado, o pargo, o pungo, o barbudo, a corvina, a pescada, a garoupa, o atum, o cacusso e o bagre.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS