Nos últimos cinco meses

Casos de malária aumentam no Huambo

O número de casos de malária no município do Longonjo, no Huambo triplicou, nos últimos cinco meses, ao passar de 7. 759 para 18.735 em comparação ao igual período anterior, informou hoje, segunda-feira, o director local em exercício da Saúde, Cândido Cangombe.

Casos de malária aumentam no Huambo
D.R

Segundo o responsável, em declarações à Angop, apesar do aumento do número de casos, a taxa de mortalidade é considerada baixa, com três óbitos identificados, numa altura em que as autoridades intensificaram as campanhas de sensibilização sobre os cuidados primários e uso correcto de mosquiteiros impregnado com insecticida de longa duração.

O responsável informou que outra luta para prevenir a doença tem a ver com a consolidação dos métodos preventivos a esta doença, transmitida pela picada do mosquito, envolvendo a população no processo de eliminação desta patologia, através do reforço das práticas de higienização das comunidades.

Cândido Cangombe disse que actualmente a população tem estado a colaborar e a participar, de forma activa, nos programas de luta contra a malária, com a observância dos cuidados primários de saúde para travar o seu alastramento.

                              

 

 

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS