Para apoiar o combate à covid-19

Angola já tem 700 ventiladores

Angola já dispõe de 700 ventiladores para apoiar no combate à covid-19, adquiridos recentemente à China, num investimento do Governo, anunciou, esta quinta-feira, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

Angola já tem 700 ventiladores
D.R

Em entrevista à Televisão Pública de Angola (TPA), a governante informou que os equipamentos, 255 dos quais não invasivos, fazem parte do lote de 544 toneladas de material clínico diverso encomendado para conter a doença, que já vitimou 17 pessoas no país.

Conforme a ministra, entre os equipamentos, 90 por cento adquiridos no exterior, constam igualmente 12 milhões de máscaras, igual quantidade de pares de luvas, além de 170 mil kits de biossegurança (fatos, luvas, máscaras, óculos, botas).

Informou que foram adquiridos cinco mil camas articuladas para cuidados intensivos, bombas infusoras, monitores, além de medicamentos (cloroquina, azitromicina e interferon).

Nesse momento, adiantou, decorre o processo de distribuição do equipamento fora de Luanda, sendo que a distribuição dos ventiladores pode registar atraso nas outras províncias, devido à necessidade de formar o pessoal local para manuseio do equipamento.

A ministra anunciou que dentro de dias vão se realizados testes serológicos nos bairros em que se registaram casos positivos da covid-19, para determinar o grau de anticorpos nos grupos alvos e dar resposta. O país  regista um total de 315 infectados, dos quais 97 recuperados, 201 activos e 17 óbitos.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS