Covid-19

Angola tem 73 casos confirmados

Angola registou esta quarta-feira mais dois casos positivos de covid-19, elevando para 73 o número de pessoas infectadas pela doença.

Angola tem 73 casos confirmados
D.R.
Franco Mufinda, secretário de Estado para a Saúde Pública

De acordo com o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, trata-se de duas angolanas, uma de 10 anos, residente no Distrito Urbano do Futungo, e a outra, de 37 anos, moradora no bairro Hoji Ya Henda, em Luanda, onde permanecem as duas cercas sanitárias.

Na habitual conferência de actualização de dados da pandemia, disse que as duas pacientes já estão a ser seguidas pela equica médica.  

Assim, Angola tem um registo de 73 casos positivos, 45 dos quais de transmissão local, com quatro óbitos, 18 recuperados, 51 activos e um caso que requer atenção especial.

No capítulo dos testes laboratoriais, informou que foram efectuados 10 mil testes, que resultaram em 73 casos positivos e sete mil 626 negativos.

O país mantém em quarentena institucional mil e 102 pessoas, das quais 50 já receberam alta médica, sendo 41 de Luanda, duas do Bié, uma da Lunda Norte, duas da Huíla e quatro de Cabinda.

Mais 150 ventiladores

Angola recebeu, esta quarta-feira, mais um reforço de 150 ventiladores não invasivos, que poderão auxiliar no tratamento de doentes graves da covid-19, em todo o país.

Os aparelhos de ajuda respiratória fazem parte de um lote de 26 toneladas de material diverso de biossegurança e hospitalar, no quadro do reforço da Prevenção e Combate à Covid-19.

Para além dos ventiladores, chegaram máscaras cirúrgicas, máscaras N95 (de uso corrente), mais de cem kits de fatos de biossegurança, óculos, camas tripartidas, batas e luvas, dentre outros materiais gastáveis.

Nos próximos dias, de acordo com o secretário de Estado para Saúde Hospitalar, Leonardo Inocêncio, chegam mais 150 ventiladores não invasivos, no quadro das 380 toneladas adquiridas pelo governo angolano à República da China.

Os materiais continuarão chegar ao país, pela transportadora aérea TAAG, e seguidamente distribuídos pelas 18 províncias.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS