A partir de segunda-feira

Taxistas de Cacuaco ameaçam paralisar

Taxistas e moto taxistas do município de Cacuaco, em Luanda, ameaçaram paralisar toda actividade durante quatro dias, a partir de segunda-feira, 8 de Junho.

Taxistas de Cacuaco ameaçam paralisar
D.R
Administrador municipal garante estar aberto ao diálogo.

Em causa está o descontentamento devido as novas rotas e paragens para táxis colectivos e mototaxis definida pela administração municipal.        

Filiados na Associação Nova Aliança dos Taxistas de Angola (ANATA) alegam que as novas rotas encontram-se em mau estado de conservação, prejudicial para os veículos e pondo em perigo os seus ocupantes.

Em entrevista à Angop nesta quinta-feira, o membro da ANATA, Rafael Inácio, acusou a administração de furtar-se do diálogo para se encontrar uma solução.

A decisão da paralisação saiu de uma assembleia entre os filiados realizada na segunda-feira, 1 de Junho.

Por sua vez, o administrador municipal, Auzilio Jacob, afirma que está aberto ao diálogo e as razões para as novas rotas deve-se a uma acção que visa evitar os constantes assaltos a mão armada, com os taxistas como as principais vítimas.

Afirmou que outro objectivo é manter um controlo rigoroso de todas as viaturas e motorizadas em circulação, numa acção coordenada  pela Polícia Nacional.

Quanto ao mau estado de conservação que apresentam algumas vias de Cacuaco onde estão as novas rotas, o administrador  adiantou que muitas delas fazem parte do Plano de Intervenção Integral nos Municípios (PIIM) e entra em reabilitação dentro dos próximos meses.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS