A partir de 1 de Março

Sonair suspende voos a Malanje por falta de passageiros

Sonair suspende voos a Malanje por falta de passageiros
DR
A Sonair começou a realizar voos para Malanje em 2017

A companhia aérea Sonair vai suspender, a partir de 1 de Março, os dois voos comerciais da rota Luanda/Malanje e vice-versa, por falta de passageiros.

A medida foi tomada devido à fraca procura que se regista nos últimos meses, resultante da melhoria da estrada nacional 230 que liga Malanje/Kwanza- Norte/Luanda, o que não justifica a continuidade desta rota, afirmou o responsável da Agência de Viagens "Guilhermina" e parceira da Sonair, Paulino Chicama Eduardo.

“A permanência dos voos a Malanje era insustentável, pois com a redução do preço do bilhete de ida a 19.500 kwanzas, contra os anteriores 23. 200 kwanzas, a transportadora não consegue sequer cobrir a metade dos 18 lugares da aeronave do tipo Beechcraft-1900”, lamentou.

Com 18 lugares, a aeronave transporta na ligação entre Malanje e Luanda menos de oito passageiros, havendo dias em que os voos regressam vazios a Luanda.

Entretanto, o governo provincial de Malanje, lamenta tal situação e augura melhorias neste sentido, para que o mais breve possível a companhia volte a operar na região.

A Sonair começou a realizar voos para Malanje em Dezembro de 2017. Até então, era a única transportadora aérea que operava na província.