ACUSADOS DE CRIMES DE PECULATO

Responsáveis da saúde no Bié detidos

Os responsáveis do sector da saúde no município do Andulo, província do Bié, encontram-se desde quinta-feira detidos em prisão preventiva, na comarca do Kuito, acusados de crimes de peculato.

Responsáveis da saúde no Bié detidos
D.R.

Trata-se de José Cambuta, director municipal da saúde, Santinho Ndovala, responsável da saúde pública, Rodrina Epaca, directora do centro materno infantil, e Emanuel Chissica, administrador da mesma unidade.

Segundo a rádio Bié, que cita o magistrado do Ministério Público do Andulo, Júlio Zenze, os acusados incorrem nos crimes de falsificação de documentos, violação das normas de execução do orçamento, tráfico de influências e participação em negócios.

Os implicados são igualmente suspeitos de desvio de fundos, não avaliados, destinados à compra de medicamentos e outros bens do Estado.