Contra a covid-19

Reino Unido aprova vacina Universidade de Oxford/AstraZeneca

Os reguladores britânicos aprovaram a vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela empresa farmacêutica AstraZeneca, informou hoje o Ministério da Saúde do Reino Unido.

Reino Unido aprova vacina Universidade de Oxford/AstraZeneca
D.R

Esta é a segunda vacina a entrar no programa de imunização contra o novo coronavírus, iniciado a 8 de Dezembro no Reino Unido.

O país tinha já aprovado uma autorização de emergência para a vacina criada pela dupla Pfizer/BioNTech.

O responsável da AstraZeneca, Pascal Soriot, disse que "hoje é um dia importante para milhões de pessoas no Reino Unido que vão ter acesso a esta nova vacina" que "tem demonstrado ser eficaz, bem tolerada, simples de administrar e é fornecida pela AstraZeneca sem qualquer lucro".

Dados publicados no início de Dezembro na revista médica The Lancet indicaram que a vacina é 62% eficaz quando administrada em duas doses completas da vacina, mas 90% eficaz quando administrada metade da primeira dose seguida de uma dose completa na segunda.

A aprovação surge um dia depois de o Reino Unido ter registado o maior número de casos em 24 horas (53.135), bem como 414 mortes.