Equipa é liderada pelo francês Zinédine Zidane

Real Madrid conquista 34.º título

O Real Madrid venceu quinta-feira o Villarreal, por 2-1, e garantiu seu o 34.º título do campeonato espanhol de futebol, com uma jornada de antecedência.

Real Madrid conquista 34.º título
D.R
Equipa do Real Madrid

A equipa, liderada pelo francês Zinédine Zidane, dependia apenas de si para levantar a taça. Se empatasse e o Barcelona derrotasse o Osasuna, a decisão iria para a última ronda.

Mas o Barça perdeu no mesmo dia em Camp Nou, por 1-2, e os madrilenos, apesar de pressionados pelo adversário no fim do jogo, garantiram os três pontos e o “caneco”.

No primeiro tempo a impressão era de tranquilidade total. Foi um jogo de ataque contra defesa, obrigando o guarda-redes do Villarreal a trabalhar bastante, segundo o “uol.com.br”.

Após várias tentativas, os donos da casa chegaram ao primeiro golo aos 28 minutos. Casemiro interceptou um lançamento e colocou a bola em Luka Modric. O croata passou para Benzema, que, com extrema categoria, rematou para o fundo das redes.

O segundo tento dos campeões foi anotado na segunda parte da contenda, outra vez pelo francês Benzema, aos 76 minutos.

A perder, o Villarreal partiu para o ataque e aos 82 minutos Iborra, beneficiando de lançamento, cabeceou certeiro e diminuiu a desvantagem (1-2).

Ainda teve um terceiro golo do Real Madrid após grande jogada de Vinícius Júnior, mas o lance foi anulado pelo vídeo árbitro por toque com a mão de Benzema.

Depois de garantir o título espanhol, o Real Madrid tem mais um grande desafio. Defronta o Manchester City, a 7 de Agosto, na Inglaterra, em partida da segunda - mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

No primeiro confronto, o City venceu por 2-1, no Santiago Bernabéu.

O técnico Zinédine Zidane já conquistou a “Champions” por três vezes consecutivas (2015/16, 2016/17 e 2017/18) e depois decidiu deixar a equipa, mas em 2019 foi chamado novamente para resgatar o clube.

Agora, em 2020, soma dois títulos nacionais (2016/17 e 2019/20) e voltou a colocar o Real Madrid no topo do futebol espanhol e na rota do quarto troféu na maior liga de clubes da Europa.