Para travar nova epidemia

RDC inicia vacinação contra Ébola

A vacinação para travar a propagação do vírus Ébola começou no Noroeste da República Democrática do Congo (RDC), onde a décima primeira epidemia, declarada há uma semana, já matou seis pessoas, disse esta segunda-feira o ministro da Saúde.

RDC inicia vacinação contra Ébola
D.R
Nova epidemia declarada a 1 de Junho já matou seis pessoas

“Com a ajuda de parceiros, a vacinação começou em Mbandaka na sexta-feira. Como prioridade, vacinámos o pessoal médico, as pessoas que estiveram em contacto directo com os casos confirmados e os contactos de segundo grau”, disse o ministro da Saúde, Eteni Longondo, citado pela agência France-Presse. “Tínhamos 1.500 doses, encomendámos mais 8 mil e talvez façamos outra encomenda de vacinas, porque há uma terrível loucura entre a população de Mbandaka, que quer ser vacinada”, acrescentou.

Eteni Longondo afirmou que, “na cidade de Mbandaka, só até domingo, registaram-se 12 casos: nove confirmados de doença de Ébola, três casos prováveis e seis mortes”.

A 11.ª epidemia de Ébola na RDC foi declarada a 1 de Junho em Mbandaka, capital da província de Equateur, que já tinha sido afectada por uma epidemia anterior de Ébola entre Maio e Julho de 2018, com 33 mortes.

A décima epidemia de Ébola ainda está em curso na região do Beni (Kivu do Norte), no Leste. Desde Agosto de 2018, registou 2.280 mortes. O fim desta epidemia deverá ser declarado a 25 de Junho, após uma contagem decrescente de 42 dias, sem novos casos.

Mais de 300 mil pessoas foram vacinadas no Leste da RDC, onde foram utilizadas duas doses de vacina não submetida a licenciamento.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS