No quadro de um processo de investigação em curso

PRG proíbe generais ‘Kopelipa’ e ‘Dino’ de saírem do país

A Procuradoria-Geral da República determinou a proibição de saída do país aos generais Manuel Hélder Vieira Dias Júnior ‘Kopelipa’ e Leopoldino Fragoso do Nascimento ‘Dino’, no quadro de um processo de investigação em curso.

PRG proíbe generais ‘Kopelipa’ e ‘Dino’ de saírem do país
D.R

Os dois generais foram recentemente constituídos arguidos por alegado desvio de fundos.

Segundo a TV Zimbo, aos dois foi, igualmente, aplicada a medida de coação de termo de identidade e residência e a obrigação de se apresentarem periodicamente à PGR até a conclusão do processo.

Kopelipa, ex-ministro de Estado e chefe da Casa Militar (actual Casa de Segurança do Presidente da República), e Dino, antigo chefe das Comunicações da Casa Civil do Presidente da República, terão beneficiado de contratos celebrados entre o Estado e a empresa China Internacional Found (CIF), no âmbito do extinto Gabinete de Reconstrução Nacional.

Os mesmos não podem ser presos preventivamente antes do despacho de pronúncia, na fase de instrução contraditória, pois "gozam de imunidade".

Os generais já procederam a entrega à PGR de bens e empresas constituídas com fundos públicos, como fábricas de Cimento, de cerveja, de linha de montagem de automóveis, incluindo todos os seus equipamentos  e máquinas.

Entregaram, ainda, todo o equipamento e acções que detinham na empresa Biocom, a rede de supermercados Kero, a TVZimbo e outras empresas de comunicação ligadas ao Grupo Media Nova.

A Lista é composta por edifícios, creches, clubes náuticos, estaleiros na centralidade do Zango Zero, edifícios e vivendas na centralidade do KK5000,  assim como os edifícios CIF One e CIF Two, incluído o respectivo equipamento. 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS