Ébola na RDC

OMS decreta estado de emergência

O director-geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarou, ontem, 17, o estado de Emergência Internacional na República Democrática do Congo (RDC), depois da reunião do Comité de Emergência para avaliar a evolução da epidemia do ébola.

OMS decreta estado de emergência
DR

A informação foi divulgada através da conta de twitter da organização, sendo apontadas as preocupações com a expansão geográfica da doença como fundamento para esta decisão. “É altura de a comunidade internacional se solidarizar com o povo da RDC, não de impor medidas punitivas e restrições contraproducentes que só servirão para isolar o país”, afirmou.

O responsável da OMS elogiou, no entanto, a “transparência excepcional” do governo congolês na partilha de informação diariamente, sublinhando que as autoridades da RDC “estão a fazer tudo o que podem” e que “precisam do apoio da comunidade internacional”, inclusivamente a nível financeiro, sob pena de fragilizar a resposta ao vírus. Tedros acrescentou que as restrições de viagens ou comerciais “não servirão qualquer propósito útil”, destacando que já foram feitos 75 milhões de despistes do ébola em cruzamentos fronteiriços.

A avaliação da OMS indica que o risco de a epidemia continuar a espalhar-se na RDC e na região “permanece muito alto”, mas o risco de se expandir para fora dessa região “permanece baixo”. A crise do ébola na RDC já provocou 1.676 mortos, registando 12 novos casos a cada dia.

 

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS