Aos 57 anos

Morreu o jornalista Abel Abraão

Morreu na madrugada desta terça-feira, vítima de doença, o jornalista da Rádio Nacional de Angola (RNA), Abel Abraão, aos 57 anos.

Morreu o jornalista Abel Abraão
D.R
Em Novembro deste ano, jornalista foi homenageado no Kuíto

De acordo com o irmão, Joaquim Sucesso, Abel Abraão não tinha qualquer sinal de doença, tendo esta manhã caído de repente à porta de casa, quando regressava da padaria. “De imediato foi levado para o hospital, mas, infelizmente, já sem vida”, acrescentou.

Entretanto, a Angop contactou fonte do hospital Central do Bié que confirmou ser uma morte extra-hospitalar, sem avançar as causas.

Abel Abraão, notabilizou-se na Emissora Provincial do Bié, durante o conflito militar que eclodiu após a realização das primeiras eleições gerais em Angola, em 1992, onde levou ao conhecimento da comunidade nacional e internacional, através dos noticiários da RNA, os meandros da guerra no Bié, nomeadamente, as atrocidades cometidas pela UNITA, pelo que chegou a ter a “cabeça a prémio”.

Em Maio deste ano, o jornalista foi homenageado na cidade do Kuíto, em reconhecimento ao trabalho desenvolvido ao longo de mais de 30 anos de carreira, durante uma cerimónia pública organizada pelo projecto ‘Circuito Cultural’.

A 9 de Novembro deste ano, no Kuíto, Abel Abraão  foi homenageado pelo Governo, com a atribuição do seu nome à Mediateca da Província do Bié, ‘Mediateca Abel Abraão’, inaugurada no âmbito das festividades do 44.º aniversário da independência nacional (11 de Novembro).

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS