Guiné Equatorial

Ministro da Economia demitido por “irregularidades”

Ministro da Economia demitido por “irregularidades”
DR
Teodoro Obiang Nguema, presidente da Guiné Equatorial

O presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema, demitiu o ministro das Finanças, Economia e Planeamento do país, Lucas Abaga Nchama, invocando “irregularidades cometidas” pelo responsável, segundo decretos consultados esta quarta-feira pela Lusa.

“Por irregularidades cometidas no desempenho das suas funções, e utilizando as competências que me confere o artigo 41, alínea h) da Lei Fundamental do Estado, venho estabelecer a demissão do exmo. senhor Lucas Abaga Nchama do cargo de ministro das Finanças, Economia e Planificação”, lê-se no decreto assinado por Teodoro Obiang Nguema, datado de dia 8 e divulgado esta quarta-feira.

Teodoro Obiang Nguema decretou também que César Augusto Mba Abogo, secretário de Estado do Ministério das Finanças, Economia e Planeamento, passará a ocupar o cargo ocupado até agora por Lucas Abaga Nchama.

Lucas Abaga Nchama foi governador do Banco dos Estados da África Central (BEAC) – instituição financeira da Comunidade Económica e Monetária da África Central (CEMAC) – entre 2010 e 2017, chegando a ser condecorado pelos Camarões.

César Augusto Mba Abogo, que iniciou funções como secretário de Estado em 2013, foi responsável pelo programa de desenvolvimento económico ‘Guiné Equatorial Horizonte 2020’. Antes de chegar às funções de secretário de Estado no Ministério das Finanças, Cesar Augusto Mba Abogo desempenhou, durante dois anos, a função de director geral da economia do petróleo no Ministério das Minas, Indústria e Energia da Guiné Equatorial.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS