Espectáculos previstos para 26 e 27 deste mês

Memórias de heroínas em peça teatral

Memórias de heroínas em peça teatral

A vida de guerrilheiras e heroínas na luta pela independência chega ao teatro, com a peça ‘Esquadrão Kamy’, pela mão da Buco’s Produções. Os espectáculos estão marcados para 26 e 27 deste mês, na Casa das Artes, em Luanda.

‘Esquadrão Kamy’ é o título da peça teatral que estreia, este fim de semana (26 e 27 de Janeiro), na Casa das Artes, em Luanda, a partir das 20 horas.

O espectáculo, produzido pela Buco’s Produções, retrata a incorporação de guerrilheiras do MPLA Deolinda Rodrigues de Almeida, Irene Cohen, Engrácia dos Santos, Teresa Afonso e Lucrécia Paim, como combatentes do ‘Esquadrão Kamy’, uma coluna preparada e treinada em 1966 por internacionalistas cubanos, cuja missão arriscada era levar reforços desde a fronteira do Congo até à primeira região político-militar de Angola.

O regresso foi empreendido via Zaire (hoje República Democrática do Congo), porém foram presas, nos arredores da pequena vila de Kamuna, e posteriormente assassinadas, a 2 de Março de 1966, data que ficou consagrada como o Dia da Mulher Angolana.

Sophia Buco interpreta Deolinda Rodrigues e explica que a peça teatral vai ajudar sobretudo a juventude a “compreender a luta da mulher pela conquista da liberdade e, consequentemente, a independência de um povo cansado da repressão colonial, um registo de cinco mulheres que pagaram com as suas próprias vidas em tenra idade”.  Escrita e encenada por Flávio Ferrão, a peça conta com a participação das actrizes Naed Branco, Zoe Silva, Carina Sousa, Haylssa Renata e Sophia Buco.  Os bilhetes custam 5. 000 kwanzas.