No Kwanza-Norte

Kwenda apoia mais de duas mil famílias

Mais de duas mil famílias vulneráveis da aldeia do Calombolo, município de Quiculungo, no Kwanza-Norte, vão beneficiar do projecto Kwenda.

Kwenda apoia mais de duas mil famílias
D.R

Trata-se de um programa avaliado em 420 milhões de dólares (320 milhões atribuídos pelo Banco Mundial e 100 milhões pelo Executivo angolano), que já está a ser implementado desde 30 de Maio último.

O programa assenta na atribuição de renda mensal de 8.500 kwanzas a um milhão e seiscentas mil famílias em situação de vulnerabilidade, apoio à inclusão produtiva com acções de geração de trabalho e renda, reforço da municipalização da acção social, através da criação e funcionamento de Centros de Acção Social Integrados (CASI), e fortalecimento do Cadastro Social Único.

A pretensão do Governo é mitigar o impacto da pobreza, aumentar a autonomia e as condições socio-económicas das famílias em situação de vulnerabilidade.

Segundo o coordenador do referido projecto na região, Gomes Colombolo, 1.800 famílias vão beneficiar do pacote de transferências sociais monetárias.
Gomes Calombolo esclareceu que as transferências monetárias a serem atribuídas às famílias cadastradas deverão abarcar um valor de 25.500 kwanzas/trimestralmente, correspondente a 8.500 kwanzas/mês, sem, contudo, apontar a data prevista para o fim do registo das famílias e início das transferências monetárias.

POPULARES

ÚLTIMAS