NA DNIAP

Higino Carneiro responde hoje

Higino Carneiro responde hoje
DR
Higino Carneiro, ex-governador de Luanda

O também ex-ministro das Obras Públicas é suspeito de desvio de fundos entre 2002 e 2010, tendo-se recusado a justificar gastos na ordem de 115 milhões de dólares.

O deputado e ex-governador de Luanda Higino Carneiro deve ser presente hoje, 12, na Direcção Nacional de Acção Penal da Procruradoria-Geral da República (DNIAP) para prestar declarações sobre suposta má gestão.

O também ex-ministro das Obras Públicas é suspeito de desvio de fundos, durante a sua passagem por este pelouro, entre 2002 e 2010, tendo-se recusado a justificar gastos na ordem de 115 milhões de dólares, segundo recentes denúncias de um quadro sénior da Inspecção-Geral do Estado (Igae). Em 2007, a Inspecção constatou ainda a “remuneração” ilegal a comissão de coordenação do chamado ‘Projecto da Linha de Crédito da China’, a aquisição de meios não inventariados e a execução de cerca 64 contratos cujos vistos foram recusados pelo Tribunal de Contas.

Em Agosto do ano passado, o jornal português 'Expresso' noticiava que as irregularidades detectadas pela Igae, durante as acções inspectivas realizadas em diversas entidades públicas, conduziram ao congelamento de contas bancárias dos ex-ministros Higino Carneiro e Manuel Rabelais.

Na semana passado a PGR aplicou a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva, à Joaquim Sebastião, director do Instituto Nacional de Estradas de Angola, nomeado por Higino Carneiro.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS