Por corrupção e posse de moeda estrangeira

Ex-presidente do Sudão condenado a dois anos de prisão

Um tribunal no Sudão condenou este sábado (14), o ex-presidente Omar al-Bashir, de 75 anos, a dois anos de prisão pelos crimes de corrupção e posse de moeda estrangeira

Ex-presidente do Sudão condenado a dois anos de prisão
D.R
Esta é a primeira condenação contra Omar al Bashir

Devido à idade avançada, ele cumprirá a pena em um centro de reabilitação para idosos condenados por crimes não puníveis com morte.

Aqueles que atingiram a idade de 70 anos não devem cumprir pena na cadeia", declarou o juiz.

Esta é a primeira condenação em meio a uma série de acções legais contra  Omar al Bashir, que foi deposto pelos militares em Abril após meses de protestos a favor da democracia no Sudão.

A condenação deste sábado está relacionada à grande quantia de dinheiro estrangeiro encontrada na casa de Bashir logo após a sua destituição.

Autoridades apreenderam quase 7 milhões de euros, mais de 350 mil dólares e 5,7 milhões de libras sudanesas (o equivalente a cerca de 110 mil euros).

Neste sábado, o tribunal ordenou ainda o confisco desses bens.

O ex-presidente havia argumentado que o dinheiro fazia parte de um montante de 25 milhões de dólares enviados pelo príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, para ajudar o país.

Segundo Bashir, o resto da quantia foi gasto em assuntos de interesse público.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS