Na Lunda-Norte

Docentes fabricam sabão azul

Um grupo de sete docentes de bioquímica da Universidade Lueji A'nkonde, na Lunda-Norte, começam, nos próximos dias, a fabricar sabão azul, no laboratório de química do Magistério 11 de Novembro, para distribuição às famílias vulneráveis.

Docentes fabricam sabão azul
D.R

O coordenador do ‘Projecto Sabão’, Gonçalves Júnior, disse que, numa primeira fase, serão produzidos 100 barras de sabão azul/dia.

O aumento da quantidade de produção, adiantou, dependerá da disponibilidade da soda cáustica (substâncias químicas essencial  no fabrico do sabão).

Para o fabrico, os docentes vão utilizar, para além da soda cáustica, óleo de cozinha usado, água, etanol e o sabão em pó, para permitir o aumento da espuma e a eliminação eficiente das bactérias.

Actualmente estão em fase de testes as primeiras barras fabricadas, para posteriormente começarem a ser distribuídas às famílias.

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS