Marcado para 7 de Julho

Circuito de BTT na Quiminha

A próxima prova do circuito angolano de BTT (Bicicleta Todo-o-Terreno) realiza-se a 7 deste mês, à saída de Catete, junto à barragem da Quiminha. As inscrições para a participação nesta terceira prova do circuito angolano de BTT já se encontram encerradas.

Circuito de BTT na Quiminha
Mário Mujetes
A competição disputa-se entre 40 e 60 quilómetros.
Gonçalo Anacoreta

Gonçalo AnacoretaOrganização do BTT

A organização assegura que as condições para a competição estão criadas e espera dos competidores “muita adrenalina e também uma forma de fazer o turismo desportivo”.

Gonçalo Anacoreta, da organização, em declarações ao NG, assegura que as condições para a competição estão criadas e espera dos competidores “muita adrenalina e também uma forma de fazer o turismo desportivo”.

A competição disputa-se entre 40 e 60 quilómetros e está reservada para meia-maratona e maratona.

Durante a segunda prova de resistência nocturna, realizada no estádio dos Coqueiros, Gonçalo Anacoreta garantia haver, em Luanda, condições para realizar provas do género, mas, para isso, é necessária a ajuda de todos. O organizador sublinha que o desejo é manter a competição, mas lamenta não existir um calendário desportivo de Luanda.

Gonçalo Anacoreta assegura a disponibilidade para colaborar com a Federação Angolana de Ciclismo e garante “não haver nenhum ciúme entre a sua organização e a federação”. Mas sugere que o Governo e a federação atribuam responsabilidades a empresas privadas na organização de eventos desportivos.

Na prova de resistência nocturna, inscreveram-se mais de 200 atletas provenientes de 22 países. O vencedor bateu o recorde do ano passado, conseguindo fazer mais uma volta ao percurso do que na prova de 2018. Este ano, a vitória fez-se com oito voltas no decorrer das duas horas e meia de prova. A competição feminina foi ganha por Elsa Freire, com cinco voltas, em 2:21:00 e, no ‘grandmasters’, sagrou-se vencedor Olavo Fernandes, com sete voltas, em 2:36:51. Já na classe de elite, o vencedor foi Euclides Chingui, com oito voltas, em 2:48:45 segundos.