No Huambo

Chuvas desalojam cerca de 30 famílias

Cerca de 30 famílias, das aldeias de Soquete e Benfica, na comuna do Cambuengo, município do Mungo, no Huambo, estão desalojadas em consequência das enxurradas, acompanhadas de ventos fortes, que assolaram a região nos últimos dias.

Chuvas desalojam cerca de 30 famílias
D.R

Segundo relatos de habitantes locais, nos últimos dias, tem se registado casos de mortes na região devido à explosão de raios, causados pelas chuvas intensas.

O administrador municipal do Mungo, Manuel Caholo, assegurou que a instituição que dirige, em parceria com os Serviços de Protecção Civil e Bombeiros, está apoiar as famílias sinistradas.

"As populações foram aconselhadas a não se abrigarem próximo de cabos eléctricos, não se aproximar das  valas de drenagem nem ficarem debaixo de árvores quando estiver a chover”, disse o administrador.

O regedor da aldeia de Soquete, João Liondjenje, lembrou que as ligações anárquicas de cabos de energia eléctrica e a construção de casas em zonas de risco estão na origem de algumas mortes causadas pelas chuvas torrenciais que têm caído sobre a região. "A população tem sido aconselhada a plantar árvores, capim elefante e eucaliptos em zonas de risco, para evitar este tido de tragédia nas comunidades durante as enxurradas”, sublinhou a autoridade tradicional.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS