Huíla

Carne contaminada causa seis vítimas mortais

Pelo menos, seis pessoas morreram e 12 outras estão internadas desde de Maio deste ano, na comuna do Mulondo, município da Matala, na Huíla, por suposto consumo de carne de gado bovino contaminada por carbúnculo hemático.

Carne contaminada causa seis vítimas mortais
D.R.

Mulondo, na Huíla, alberga 60 mil cabeças de gado bovino provenientes do Cunene e da Namíbia, que buscam água e pasto nesta região.

Em declarações à Angop esta quarta-feira, o supervisor provincial para a Promoção da Saúde e Saúde da Huíla, Júlio Madaleno, referiu que as vítimas, possivelmente, terão consumido carne do gado já morto, salientando que os 12 pacientes estão a ser tratados com antibióticos nas unidades sanitárias da Matala.

Neste momento, segundo o responsável, a situação “está controlada”, sendo que há uma equipa multissectorial, integrada por médicos, veterinários, entre outros especialistas, que está a fazer o diagnóstico, recolha de amostras, vacinação do gado e tratamento dos pacientes.

“Os casos de carbúnculos são sazonais. Temos recolhido amostras, mas não temos laboratórios equipados para este trabalho, por isso está uma equipa de bacteriologistas no terreno a efectuar a colheita de amostras para mandar para o estrangeiro, no sentido de comprovar efectiva a causa da doença”, ressaltou.

Os técnicos, disse, estão também a sensibilizar a população para não consumir carne de gado morto por doença.

Mulondo alberga, desde Abril, pelo menos, 60 mil cabeças de gado bovino provenientes do Cunene e da Namíbia, que buscam água e pasto nesta região.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS